quarta-feira, 27 de abril de 2011

Quem vai fechar o vestido?

Nossa, eu até estou inspiradinha...
mas para coisas tão sem fundamento, sabe? que nem eu acredito que eu penso tanta besteira!
HAHAHAHA'

Do tipo... sente a historinha:

"Era uma vez... uma linda menininha, filha única! cresceu, sem muitas condições financeiras, mas com muito esforço entrou pra faculdade, estudou e se formou. Conseguiu um trabalho bom, saiu da casa dos seus pais e foi morar sozinha em um kitinet no centro da cidade... mas essa menina que agora se transformara numa mulher, era um tanto quanto tímida, e nunca havia namorado um rapaz (e nem uma moça né? dããã) continuara vivendo sozinha, e reservada, não tinha muitas amizades com seus vizinhos... e era muito seleta em suas companhias. Numa bela noite tinha um jantar de negócios, algo que poderia promovê-la... ela escolheu seu melhor vestido que era repleto de botões de cima a baixo. Estava quase pronta, fizera uma charmosa trança em seu cabelo médio e castanho, que por ser desfiado os fios que não entrelaçaram no penteado caiam sobre seu rosto... se sentiu tão envolvente se olhando no espelho com aquele vestido, aquele penteado, aquele sapato, perfume... era tudooo perfeito, além de todos atributos profissionais que ia render-lhe a tão sonhada promoção... que ia fazer ela comprar uma casa e sair do tal kitinet que dividia apenas com seu gato: Bethoven...

Pois bem... ali cheirosa, cheia de expectativa... ansiosa e sonhando acordada, percebeu que faltava um detalhezinho: fechar o vestido, e aí...

...F**EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEU!

Não tinha amizades com vizinhos que eram apenas 2, um nem estava em casa... e o outro era um senhor já aposentado, meio maluco que morava sozinho também, mas ia dormir super cedo!"

A questão é:

O que essa pobre moça poderia fazer? sendo que faltava apenas alguns minutos para sua carona chegar?
Caraaa, esse é um dilema e tanto hein? eu imagino uma minissérie quase... bom, tô lançando a idéia... se algum diretor aí quiser usá-la... pagando bem, mau não tem!

DÃÃÃÃÃÃÃÃ
esse foi o post mais sem nexo de tooodos né? boa noite!



domingo, 24 de abril de 2011

A mochila...


Ai, aii...

Já fazia um tempo que eu andava irritada por carregar muitas coisas, e aí tinha que sempre ter bolsa grande... mesmo assim não cabia na bolsa o caderno e o estojo, e aí às vezes tem que levar calculadora pra facul né? e aí sempre tem um livro, etc, etc... encasquetei que queria uma mochila! Em uma mochila eu poderia ajeitar tudo, carregar sempre tudo junto e seria bem mais prático!

Pois bem! tava no centro de várzea, peguei e fui numa loja que tenho crediário em busca da tal mochila... como sempre impulsivamente... e aí? Comprei! Tipo, preta básica, de um tecido que se chover parece não molhar, bonitinha, espaçosa... não muito barata, mas parcelada né? Belezaaa! Empolgada fui direto pra casa disposta a colocar TUDO na bendita mochila... 

E aí aconteceu a frustração... eu não me liguei que a mochila tem apenas o bolsão princpipal e um bolsinho fora... tipo, caber assim até cabe tudo, mas tudo jogado no bolsão principal sabe? uma MERDA (desculpem falar palavrão!) eu queria me jogar da ponte... vocês imaginam uma decepção dessas? eu depositei todas minhas expectativas naquele pedaço de pano! Simplesmente parecia que ali eu ia conseguir ajeitar minha vida toda... colocar todos meus sonhos e planos e carregar junto comigo pra qualquer lugar que eu fosse...

Invés disso, eu percebi a realidade... eu me encontro perdida... e aí, não vai ser só um mero espaço que vai me aliviar de tudo isso! Simples não? E por que o simples não é fácil? Hein? Por que é complicado se desapegar das coisas? Eu estou apegada as coisas que carrego junto, e que se eu for analisar beeem, uso uma vez a cada 6 meses! Tipo o necessário caberia na mochila tranqüilamente... mas eu quero maaaais... eu quero carregar junto todas as possíveis soluções para possíveis situações em que possivelmente eu possa me deparar.

Se é difícil se desfazer de coisas que carrega-se numa bolsa, imagina sentimentos e ações negativas? vícios?sabe, manias? É...eu me encontro atolada... falta tempo pra fazer tudo que eu quero... falta animação pra fazer quando tenho tempo... e faltam palavras pra descrever como a falta me faz ver como o que está faltando é parar de achar que sempre falta alguma coisa.


Qual título posso dar a esse post?

Fim de feriado... todo mundo descansado! Eu tenho sensações estranhas a cada novo fim de domingo... Sofro de Depressão Pré Segunda-Feira ou Depressão do Fim de Domingo, HAHUSiaiiISHAISAHA' sériooo!

Não sei distinguir se é bom ou ruim... tá que depressão não parece bom, mas meio que é só um modo de dizer, um modo exagerado né? rsrsrs. Tipo, o mundo vai acabar =O

Mas na verdade eu sempre espero que a segunda seja um dia maravilhoso, que ela guie minha semana em paz, que eu tenha ânimo para fazer tudoo que tenho que fazer e que eu possa reparar nos pequenos milagres que acontecem dia a dia... e em cada aprendizado também!

Bom, nesse feriado eu viajei para o interior do interior, tipooo.... fomos na casa dos pais de um amigo, e pra mais ou menos imaginar, demoramos 1 hora pra fazer aproximadamente 30 km... a estrada era horrorooooosa! E o lugar era uma éspecie de sítio, fazenda, sabe? Moram lá esse casal em sua casinha simples com seus várioos bichos, plantação de uva e toda aquela coisa envolvida com a agricultura sabe? hehe.

Uma vida simplória, humilde, pacata... e o mais importante: gratificante. Isso me fez ver de novoo, como o Universo é abundanteee! Esse casal já morou na cidade por anooos, e mesmo assim quis retornar pra fazenda, pelo simples fato da realização! Então, o que é necessário pra mim, não é igual pra ti... muito menos pro fulano e o ciclano então, neeem cogita! O Universo tem a dar tudo para todos, em todas as proporções almejadas.

Isso é maravilhosooo né? eu gosteei da experiência, apesar de não curtir muito a estrada que era pécima, sabe? eu não curto muito viajar de carro... eu nunca viajei de avião, mas mesmo assim... eu gosto de estar em lugares diferentes, mas se pudesse me transportaria pra esses lugares, como mágica! Parece absurdo né? É que não curto asfalto, trânsito, carros e mais carros... enfim, não me sinto muito a vontade...

Mas lá eu tive contato com muita natureza... e até tentei andar a cavalo... e podem rir, andei meio metro e quis descer! Caracaa o bicho se remeleche todo, eu fiquei com medo, aieee... sériooo! Daí não me arrisquei, por que eu sou muitoo descoordenada e não tenho muito contato com bichos, sabe? Que fíascco, HAHA. Foi divertidooo! O banho era com um cano sabe? não tinha chuveiro, era um cano só, mas eles fizeram um esquema com serpentinas e tinha água quente! (ainda beeem, se não acho que ia tomar banho de bacia, hasuaisaushasuasua') Tinha uma porquinha que eles cuidam como um animal de estimação, ela entrava em casa e tomava leite na mamadeira =]
e tipo, muitos gatinhos também... enfiim! Vida de fazenda sabe? beeem bom pra descansar... eu fiquei bastante em casa, mas foi bom ver também que em qualquer lugar que eu pude estar assim em família, o que tem que reinar, e a moral de tudo é o AMOR.

A vida é guiada por AMOR... e por fazer o BEM para todos! A gente vive buscando plenitude... ou pelo menos, deveríamos!

Ah e outra coisaaa... também percebi que mulher é vaidosa em qualquer lugar! Cidade ou interior... a gente busca se sentir bem e bonita sempreee... cada uma de sua forma... a mãe desse nosso amigo faz todo serviço da roça assim, sabe? Tudinhoo... então digamos, tá longeee de ser uma perua! Mas se preocupa em não engordar, pinta o cabelo, pensa em cortes diferentes... é parte da nossa natureza, não adianta!

Ah, eu nem sei mais qual era a moral desse meu post... eu tive muitos momentos de inspiração lá... mas lógico que nem cogitei a hipótese de levar o note... quis entrar na onda da vida rural, risooos =)
Só que os momentos vem e vão... e eu acabo esquecendo deles!

Mas viram quanta coisa eu percebi nesse meu passeio? detalhes... a maioria são aqueles velhos, mas precisos detalhes... pena que eu cheguei em casa e aqui ainda não conseguem perceber que a vida é guiada pelo amor, pela paz... e que se depende de nós, não adianta continuar fazendo igual... e mantendo velhos vícios e manias que nos prendem numa vida "apagada" =/

Eu vou tentando descobrir minhas respostas... e também praticar a minha mudança... por que da mesma forma, deslizo nos detalhes... mas que bom que eu ando percebendo né?
Ah além disso... hoje, é Páscoa... confesso que pra mim hoje foi um dia normal, mais um domingo, aquele diazinho que acaba sempre meio tristonho... eu queria ter mais noção da importância de algumas datas... mas como não tenho, respeito.

Finalizo meu post com um abraço em todoos!
E indo tomar banho de chuveiro, HASHUAISASASHASAISA'
dã =P

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Praticando o silêncio...

Oi, oi...


Agora a pouco aqui no meu trabalho eu tive, digamos... um stress? Sabe aquelas situações que acontecem por que cada um pensa de uma forma... eu quero fazer meu trabalho de tal jeito, e nem sempre é igual do jeito do meu colega. Eu sei que todos queremos fazer o melhor, aposto nisso... mas de formas distintas pode causar algumas... hmmm, desavenças?


Pois bem! Então resolvi praticar o silêncio... e como tenho que aprender a praticá-lo mais e mais no meu dia... alias, vamos todos colocá-lo em prática!


"O silêncio também fala, fala e muito! O silêncio pode falar mesmo quando as palavras falham."


terça-feira, 19 de abril de 2011

Dica de filme para o feriado!

Bem, me desculpem... mas tive a pouco um corte repentino de inspiração! Então como vem chegando um feriadinhooo, vou deixar uma dica de filme!

FILME: O Fabuloso Destino de Amélie Poulain
SINOPSE: Após deixar a vida de subúrbio que levava com a família, a inocente Amélie (Audrey Tautou) muda-se para o bairro parisiense de Montmartre, onde começa a trabalhar como garçonete. Certo dia encontra uma caixa escondida no banheiro de sua casa e, pensando que pertencesse ao antigo morador, decide procurá-lo ­ e é assim que encontra Dominique (Maurice Bénichou). Ao ver que ele chora de alegria ao reaver o seu objeto, a moça fica impressionada e adquire uma nova visão do mundo. Então, a partir de pequenos gestos, ela passa a ajudar as pessoas que a rodeiam, vendo nisto um novo sentido para sua existência. Contudo, ainda sente falta de um grande amor.



segunda-feira, 18 de abril de 2011

Compartilhando...

Oi minhas paredes! E tijolos =D
Adoreei receber 2 comentários na postagem anterior! realmente fiqueeei super feliz, e até recebi elogios! E também seguidores, né? Obrigadaaa! Tô tão animadaaa com isso!

O meu post de hoje é sobre... bem, perguntas? Ai, ai, já comecei perguntando... na verdade eu vi um filme esse final de semana, que me identifiquei muitoo... e aí eu vi na atriz muitos anseios que são meus, questionamentos, vontadeees! Talvez eu pudesse pensar: 'ufaaa, sou normal!' Mas não! não é isso que me conforta... isso nos mostra o que eu já tinha comentado em relação a sempre acharmos que tal coisa acontece só conosco, que a nossa vida é sempre pior que a do vizinho, o nosso trabalho paga menos... etc, etc... poderia citar um milhão de insatisfações que diariamente as pessoas se deparam... e também responder a tudo isso com a citação repetida: está dentro de nós! Pois bem... não acontece só comigo, e não sou só eu que quero isso!

Mas também o mundo é tão abundante né? que tem possibilidades pra todos! ninguém precisa atropelar ninguém... mas a questão é: que muitos se abalam demais, sabe? a gente esquece da gente e coloca as frustrações nos outros!

Pois bem, o filme que eu assisti foi: Comer Rezar Amar. Recomendo! Caraaa, como eu queria viajar... talvez não para os mesmos lugares que ela, mas um em especial seria a Índia... e aí, o foco de hoje... no filme mostrou ela na Índia tentando meditar... e aí, ela cruzou as pernas, fechou os olhos, respirou e...

... a mente dela turbilhou mil indagações naquele momento! Como é difiíciiil aquietar essa dita cuja hein? eu quando procurava as minhas tantas respostas, acabei inciando com o " Renascimento - Terapia da Respiração " que vocês podem saber mais acessando: http://www.vinifornasier.blogspot.com/, blog do amigo que me indicou tal terapia, e que depois da mesma eu posso dizer que tudo mudou...

Eu acabei fazendo várias sessões, curei muitas coisas na minha vida e percebi que tenho muito mais a fazer... passei a me interessar mais em coisas relacionadas a meditação... fiz um curso no final de ano com uma pessoa que já viveu na Índia e que nos passou muito conhecimento... e agora eu me sinto um grãozinho, sabe? no meio de tantaaa coisa pra entender, pra aprender... e pra viver! Mas o que eu quero compartilhar é que também tenho dificuldades para sossegar a mente, para viver o agora... mas que eu não vou parar! E que se a resposta está dentro de mim, poxa vida... ela deve estar pertinho... e eu vou enxergar!

Então, compartilhado o blog do meu amigo, e algumas coisas que talvez aguçem a curiosidade de vocês, eu quero mesmo é não desanimar e poder repartir o bem com todos! Tomara que através desse blog eu já consiga um pouquinho disso...

Ahh, fotinha do filme que eu vi!

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Sem net é SODA!

Ai, ai... sem net é o caos :S
Meu irmão não pagou a conta ainda, e aí eu estou aqui tentando conectar a uma meia hora com esse 3G muitooo lerdo do meu pai... Isso me faz perceber o quanto sou viciada em internet... tô tendo praticamente uma crise de abstinência!

Bom, bom... meu blog não é muito acessado, me sinto falando com as paredes... escrevendo em vão... tipo falando com o batman, sabe? (não?!). Enfim, será que vou ter que apelar pro meu lado surfistinha? hein, heein, heein? =O
HAHAHAHA' que balótaaa!

Por enquanto melhor não né? Certooo!
Então o post de hoje é sem mais perguntas... por que de perguntas sem respostas a minha vida já tá cheia né?
Fui encontrar uma pessoa muito importante hoje... e novamente ouvi um: 'ainda não é a hora...!' Aqui eu poderia abrir várias questões, mas vou me segurar para não pedir nada!
Ainda não é a minha hora, por que na vida tudo há seu tempo! Portanto, se tu achas que só tu tens problema... que as coisas nunca chegam... te digo: nãooo! A vida é assim, e as respostas então dentro de nós... basta enxergar!

Em algum outro post vou comentar sobre algumas coisas que faço pra me centrar... pra procurar um socorro, assim... coisas que eu acredito!
Esse semana ainda não fui a faculdade... mas vou continuar! Afinal, além do mais é federal né bitcho!

Sem maiores delongas! Espero que a net volte logooo...
Beijooo minhas paredes (:

terça-feira, 12 de abril de 2011

'O que faz seu coração vibrar?'

Hoje tenho um questionamento à todos...

Tu sabes o que faz teu coração vibrar?

Me contem!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Boa noite!


depois de um papo muito empolgante com uma amiga, me bateu o sonooo. Booa noite a todos! Aceito sugestões para os próximos posts! (aii, aiii tô curtindo essa idéia)

As utilidades da Chai'momila!




Comecei meu blog um pouco deprê né? E para acalmar nada melhor que um cházinho... o que vocês acham? Eu recomendo: chá de camomila ;D

Bom trocadilho pra falar do nome que escolhi para meu blog! Eu me chamo Chaiane, e adoro beber chá... entre eles, aprecio o de camomila, e dessa junção surgiu: Chai' momila. Curtiram?

Espero que sim... e para hoje recomendo a todos uma xícara de chá quentinho de camomila, digestivo, calmante e até sedativo (UI!). Pode ser usado sobre a pele para suavizar irritações e inflamações. Aaah, eu uso às vezes compressas sobre os olhos para suavizar as olheiras. (Chai dando dicas de beleza hein? hehe)

Além da dica do chá, indico a leitura de Chai'momila para todos que como eu, tem questionamentos meio malucos e às vezes pensam demais e agem de menos, ou, agem de menos e pensam demais! HAUSIASUAHASIA' será que a camomila não ajuda a ser menos impulsivo não? DIO.

E interessante também, olha o que eu li num site sobre essa plantinha:
" Dizem que a camomila dá muita sorte e ajuda a atrair dinheiro, por isso, em tempos remotos, os jogadores costumavam lavar suas mãos com chá de camomila antes de jogos importantes. "


Então boa a sorte a todos nós!
=)

A vida renasce nos rumos que ela conduz!

Um telefonema...

Vocês acreditam na força do pensamento? Quem já assistiu O Segredo?

Sabe, tipo a Lei da Atração, e afins! pois bem... parece tão simples... mas quem nunca se pegou pensando o contrário do que seria o bom? Talvez o meu bom pode ser o ruim pra ti. Mas todo mundo que eu comento diz: 'ah, tu sabe o que tem pensar... MAS'

Por que sempre o 'MAS'...? O 'mas' interrompe grandes mudanças na nossa vida... acredito ser uma palavra de bloqueio... se é fácil, pratique! Simplesmente, pensando no agora e não na roupa que tens que vestir amanhã, ou na aula que vais ter a noite...

E foi isso que aconteceu comigo... hoje me senti muito desanimada ao acordar, por tudo que está acontecendo na minha família... vontade de simplesmente ficar na cama, dormir... então levantei, me vesti e fui ao trabalho decidida a mudar... a minha vontade de chorar era muito forte, as lágrimas ficavam ali sabe? dentro do olho prontas pra serem derramadas... então fui ao médico da empresa e desabafei um pouco... ele me receitou um remédio, mas nisso eu sinceramente não acredito muito... me deu um atestado, e agora estou em casa... queria muito poder falar com alguém que me desse uma luz...

E sabem o que aconteceu? Uma pessoa que pode me dar essa luz me ligou... e eu acredito que meu pensamento ajudou... pois eu pensei muito nessa pessoa pela manhã! E ela me ligou...
=D

Eu ainda estou decidida a mudar... não quero 'mas' nem mais poréns na minha vida!
O que eu fiz hoje para mudar? por enquanto estou só escrevendo no meu blog... mais adiante eu conto pra vocês.

Bom dia!

Percebendo...

Hoje acordei decidida a fazer algo... todas as vezes que tive essa vontade, alguma coisa me impedia, e na maioria das vezes estava relacionada as pessoas ao meu redor... pessoas que fazem parte da minha vida. E aí? eu me anulo por elas então? Aposto que elas não ficariam felizes se soubessem disso... Pois bem, não vou mais me anular por ninguém... sei que talvez pareça injusto em alguns pontos de vista, mas o ponto de vista agora sou eu, a minha felicidade, a minha realização, a minha paz...
Hoje voltando do trabalho (peguei um atestado, pois não me sentia bem) pensei em quantas vezes eu quis que algo ruim acontecesse comigo, algo como cair de moto e ficar toda esfolada a ponto de ir pro hospital... ou ser assaltada logo após retirar todo salário... ou levar um pé na bunda daqueles de novela e entrar em depressão. Nem eu acredito que eu pensei isso, mas eu pensei... e hoje sei por que. Acontecendo algo assim comigo talvez algumas pessoas passassem a me notar mais, pedir como eu estava, me amar mais... ou só estar ali comigo... talvez do lado da cama do hospital. Meu Deeeeeeeus, como eu pude pensar isso? Quis suprir uma carência com algo que me fizesse tão mau assim? Nada a vê né? Talvez esses pensamentos negativos que tenham atraído tudo isso que eu julgo como falta de sorte, falta de oportunidade na vida... Na verdade ingratidão de minha parte...E aí é simples, isso também mostra o quanto eu penso demais nos outros e pouco em mim... E é isso que eu eliminar da minha vida!
Quero apenas sentir como é bom ser eu mesma... e poder ser realizada com tudo que é meu... e tudo que eu possuo... talvez não possua nada de material... de fato, não tenho casa, a moto foi meu pai que pagou, minhas roupas todas consegui comprar por nunca ter tido que pagar aluguel... enfim, se for por isso, eu admito que não tenho nada disso... mas tenho sentimentos e anseios que pertencem só a mim... e isso pode ser o começo para se ter muita coisa... ainda mais quando o que se almeja ter, se almeja de coração e sempre querendo fazer o bem.
Pois bem! eu estou decidida a fazer algo, e vou fazer... por mais que novamente eu não consiga segurar as lágrimas e sinta muita saudade de algumas pessoas... as lágrimas vão secar, e a saudade se for recíproca vou poder matar quando eu realmente for eu mesma, e essas pessoas puderem me notar e me amar por simplesmente, isso...

Um passo de cada vez!

domingo, 10 de abril de 2011

Início do fim.

Meu início do fim se remete a morte de alguns padrões... hoje me encontro totalmente cheia de todo esse padrão que ando seguindo, vivendo e o pior, aceitando como se fizesse parte de mim, mesmo tendo algo internamente que grita: NÃOOOO! 'não é isso, não aceite... revolte-se, grite, MUDE!'
Gritar, revoltar... nada disso me adianta mais... o que acredito resolver é a mudança. A mudança que depende só de mim? É, para mim é um questionamento... 
Hoje, agora pra ser mais precisa... não aguento mais as brigas incessantes dos meus pais, as ofensas... o tom de voz alterado... é simplesmente TUDO que NÃO quero pra minha vida. Eles estão há quase 3 horas brigando sem parar, e eu estou de saco cheio... seria fácil analisar isso... 'ah, eles tem que se separar, não dá mais, vamos dialogar...' BLÁ BLÁ... Mas isso vem de anos, e eu sempre espero que mude, lembram do meu questionamento? Depende só de mim? Isso não... mas, hoje depende de mim eliminar isso da minha vida. E inauguro meu blog como uma espécie de diário da minha busca pela paz.Acho que não vai ser tão simples... mas eu quero poder dizer mais adiante: Sim, só depende de MIM.

Fiquem bem!